quarta-feira, 21 de abril de 2010

Reportagem Veja - EXCESSO DE PROTEÇÃO FAZ MAL AO SEU FILHO

OS PRINCIPAIS MEDOS DOS PAIS E A LINHA QUE SEPARA A PREOCUPAÇÃO SAUDÁVEL DA SUPERPROTEÇÃO
VIOLÊNCIA URBANA
A preocupação é normal quando:os pais perguntam ao filho aonde e com quem ele vai e a que horas pretende voltar para casa. E ainda pedem que mudanças sejam comunicadas.
A preocupação é exagerada quando:por medo de assaltos ou sequestros, proíbem o filho de sair com amigos ou não o autorizam a participar da viagem de formatura.
VIOLÊNCIA SEXUAL
A preocupação é normal quando: os pais tentam conhecer os pais dos amigos do filho antes de permitir que frequentem ou durmam na casa deles. 
A preocupação é exagerada quando:com medo dos casos de pedafilia, não permitem que o filho brinque na casa de outra criança.
DROGAS E ÁLCOOL  
A preocupação é normal quando: os pais, ao notar uma mudança de comportamento do filho, passam a acompanhá-lo mais de perto. Vasculhar a mochila é uma medida extrema, mas pode ser válida, já que alguns adolescentes deixam rastros, de propósito, como pedido de ajuda.
A preocupação é exagerada quando:os pais privam os filhos do convívio social, proibindo-os de ir a eventos próprios para a idade, como uma festa de 15 anos ou matinês de clubes e boates.
CRIMES PELA INTERNET
A preocupação é normal quando: os pais supervisionam e orientam as crianças sobre os perigos da internet, permitindo que façam buscas de assuntos de seu interesse.
A preocupação é exagerada quando: mesmo sem que o filho tenha curiosidades para além de sua idade, os pais instalam programas para monitorar as páginas acessadas a rastreiam as conversas em sites de relacionamento.
INICIAÇÃO SEXUAL PRECOCE
A preocupação é normal quando:os pais acompanham o adolescente a uma consulta médica para que ele tire suas dúvidas em relação à sexualidade e seja devidamente orientado.
A preocupação é exagerada quando:levam a filha ao ginecologista a cada seis meses para saber se ela ainda é virgem ou fazem o teste de HIV nos filhos com frequência.
ACIDENTES DE TRÂNSITO
A preocupação é normal quando: antes de permitirem que o filho seja transportado constantemente por outro adulto, os pais observam como o motorista dirige.
A preocupação é exagerada quando:só confiam neles próprios ao volante.
INSUCESSO NA VIDA ACADÊMICA
A preocupação é normal quando:os pais acompanham notas, tiram dúvidas, estipulam horários para os estudos, participam das reuniões escolares e incentivam os filhos a praticar esportes. 
A preocupação é normal quando:os pais se excedem no preparo dos filhos, promovendo uma agenda lotada de atividades diárias. Ou quando passam a contestar as notas baixas junto aos professores.

Fontes: psicólogas Leila Cury e Mara Pusch, o pediatra Ricardo Halpem e a educadora Tania Zagury
Para ler a reportagem na íntegra: Revista Veja, edição 2160 - ano 43 - nº 15 de 14 de abril de 2010, pág.108 



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário